Ocorreu um erro neste gadget

Translation

Aos Leitores

OBRIGADO

спасибо - Rússia
Merci - França
Thank you - Canadá e EUA
Gracias - Espanha
Obrigado - Brasil e Portugal
Tak - Dinamarca
Dank - Alemanha
Dankzij - Holanda
Díky - República Tcheca
Hvala - Croácia

IMAGENS

SUZANO (1915) Suzano PINACOTECA Pinacoteca MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA museu-da-lingua-portuguesa ESTAÇÃO DA LUZ estacao-da-luz-em-sp MUSEU DO IPIRANGA o_jardim_do_museu_do_ipiranga PLANETÁRIO Planetario Ibirapuera PLANETAS planetas - planetas MAPA DO BRASIL Mapa do Brasil MAPA MUNDI Mapa Mundi

História da Biblioteca


A palavra biblioteca, em grego, significa “caixa para guardar livros”. Sua história remonta à Antiguidade, mais precisamente ao século IV a.C., na cidade de Alexandria, no Egito, quando foi construída uma grande biblioteca considerada, inclusive, como a maior da Antiguidade.
Ela reunia 60 mil volumes, manuscritos em folhas de papiro ou pergaminhos (peles de carneiro, preparadas especialmente para servir como material de escrita), com textos em grego e em outras línguas. Muito tempo se passou, até que em 640 d.C. esse valioso arquivo foi destruído com a conquista da Alexandria pelos árabes.
Se por um lado a Biblioteca de Alexandria era considerada a maior da Antiguidade, a Biblioteca de Assurbanipal, localizada na capital da Assíria, Nínive (região da Mesopotâmia), foi formada no século VII d.C.. Assurbanipal era rei da Assíria e dele partiu o projeto de formar uma biblioteca, que primeiramente teve relatórios, documentos e obras literárias dispostas em tábuas de barro, mais tarde substituídas pelo papel.
A reprodução de livros, que deu origem à ideia de produção editorial, surgiu com a construção de numerosas bibliotecas públicas pelos romanos, que copiavam as obras para maior divulgação. 
Na Idade Média...
 Durante a Idade Média, a Europa Ocidental esteve sob o domínio cultural da Igreja Católica. Por essa razão, as bibliotecas ficaram restritas aos mosteiros.
A partir do século XIII, porém, começaram a surgir as universidades, que passaram a formar seus próprios acervos manuscritos.
No Renascimento...
O Renascimento foi um grande movimento cultural, que se manifestou no final da Idade Média e alcançou seu auge no início da Idade Moderna.
No período renascentista, além das bibliotecas particulares e a das universidades, surgiram grandes acervos, organizados pelos governantes da época, tal como a célebre Biblioteca Vaticana, em Roma, ou a Marciana, em Veneza.
Dos manuscritos ao livro impresso...
 Quando falamos em manuscritos, estamos nos referindo à escrita à mão: um processo lento e trabalhoso na elaboração e reprodução de originais. Para contornar esse problema, os chineses inventaram a xilografia, uma técnica que utilizava pranchas de madeira, nas quais os sinais gráficos eram esculpidos em relevo e aplicados sobre o papel como se fossem um carimbo.
Em 1455 esse processo foi aperfeiçoado pelo alemão Johann Gutemberg, conhecido como “Pai da Imprensa”.
Ele criou tipos móveis, feitos de metal, os quais podiam ser organizados para imprimir textos diferentes. A partir daí, a imprensa alcançou o seu grande desenvolvimento até chegar a informática, que facilitou o acesso aos conhecimentos.
Category: 0 comentários

Hidrogênio: O combustível do futuro



O hidrogênio (H2) é o combustível que fornece mais energia por grama. A combustão de 1g de H2 libera 142 kJ, enquanto a combustão de 1g de gasolina produz 48 kJ. O hidrogênio é abundante na Terra, na forma de compostos, e queima sem poluir o ar ou contribuir significativamente para o efeito estufa, pois a água é o único produto de sua combustão. No entanto, há dois grandes obstáculos para o uso de H2 como substituto do petróleo. O primeiro é a necessidade de se obter H2 por um processo barato e que não use combustível fóssil. A eletrólise da água é um bom processo, mas é caro. Uma rota promissora é usar células solares para produzir energia elétrica para a eletrólise da água. Células fotoeletroquímicas são células eletrolíticas que usam a energia da luz para efetuar a reação. O segundo obstáculo para o uso do H2 como combustível é o armazenamento do gás, que requer recipientes grandes demais.
O programa espacial mostrou que o hidrogênio pode ser armazenado como líquido (temperatura de ebulição: –253°C), apesar das temperaturas muito baixas e das pressões muito altas necessárias. O problema é que essa forma de armazenamento não é conveniente para uso doméstico ou em automóveis. A solução pode ser gerar hidrogênio à medida que ele se torne necessário como combustível. Uma maneira seria reter o H2 combinado com um metal na forma de hidreto metálico. Este libera o H2 quando aquecido ou na reação com água.
MgH2(s) + H2O (l) → Mg (OH)2 (s) + H2 (g)
Automóveis, ônibus e caminhões com células a combustível são veículos elétricos movidos por um dispositivo que funciona como uma bateria recarregável. Uma célula a combustível não armazena energia, ela emprega um processo eletroquímico para gerar eletricidade e funciona enquanto for alimentada com combustível hidrogênio e comburente oxigênio. Uma das preocupações é conseguir colocar hidrogênio suficiente a bordo para assegurar a autonomia de rodagem que os consumidores exigem.
Category: 0 comentários

Inglês online - inscrições até 17/06

Pessoal, não perca esta oportunidade de estudar inglês. As inscrições irão até o dia 17/06 e o curso é de alto nível!!!
Estude inglês sem sair de casa!!!

Category: 0 comentários

Um dia na escola do meu filho - Barthô



Pensamento do Dia

" Milagres acontecem quando a gente vai à luta"
(Poeta Sérgio Vaz)


"Viver é como andar de bicicleta: É preciso estar em constante movimento para manter o equilíbrio"

(Albert Einsten)


Seguidores