Ocorreu um erro neste gadget

Translation

Aos Leitores

OBRIGADO

спасибо - Rússia
Merci - França
Thank you - Canadá e EUA
Gracias - Espanha
Obrigado - Brasil e Portugal
Tak - Dinamarca
Dank - Alemanha
Dankzij - Holanda
Díky - República Tcheca
Hvala - Croácia

IMAGENS

SUZANO (1915) Suzano PINACOTECA Pinacoteca MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA museu-da-lingua-portuguesa ESTAÇÃO DA LUZ estacao-da-luz-em-sp MUSEU DO IPIRANGA o_jardim_do_museu_do_ipiranga PLANETÁRIO Planetario Ibirapuera PLANETAS planetas - planetas MAPA DO BRASIL Mapa do Brasil MAPA MUNDI Mapa Mundi

DESAFIO

Há DOIS erros nesta placa, você consegue dizer o que tem de errado?





RESPOSTA:
1º erro:
Extremidades [na placa falta o D]


2ºerro:
A UTILIDADE da placa. Se a placa corta em passar a mão e se ela foi feita para dar prioridade a essa informação, então para que colocar a placa? Basta apenas tirá-la, assim ninguém se cortaria.
Ou dar prioridade na informação relacionada à ponte.





ANEMIA FALCIFORME. Você sabe o que é?

Colaboração da Profª Enilda 

Associação de Anemia Falciforme do Estado de São Paulo – AAFESP
Cooperação técnica AAFESP/CAPE – COREN- SP
Rua  Dona Veridiana  298  – SP – Brasil – CEP 03550-050
Fone (011) 3223-7261- ramal 220
                                                                     
CNPJ 02.020.687/0001-52     RCPJ 288707      Utilidade Pública Municipal

                                                          São Paulo, 7 de outubro   de 2010
       

Seminário 100 anos de ciência e ativismo para a cura da anemia falciforme
A Associação de Anemia Falciforme do Estado de São Paulo, estará realizando com o apoio do Conselho Regional de Enfermagem -SP no dia 27 de outubro o seminário-   100 Anos de Ciência e Ativismo para a Cura da Anemia Falciforme.

Esse seminário reúne os mais conceituados pesquisadores nessa área do conhecimento, assim com a finalidade de ampliar o efeito multiplicador a respeito da enfermidade estamos oferecendo duas vagas ( 2)  para docentes  ou profissionais de saúde.

Essas vagas estarão disponíveis para inscrição até o dia 20 de outubro, após essa data será oferecida para outra instituição.  

O evento ocorrerá no auditório do Centro de Aperfeiçoamento Profissional da Enfermagem,  CAPE- sito a rua dona  Veridiana 298 – Santa Cecília -  São Paulo- SP – Próximo a Santa Casa de São Paulo.  

As inscrições devem ser efetivadas pelos e-mails: aafesp@webcorensp.org.br ou anemiafalciforme@terra.com.br  - Segue em anexo a programação.

 No aguardo de um parecer positivo, renovamos nossos votos de consideração.

Prof. Enf. Berenice Kikuchi
Diretora - cooperação técnica
 AAFESP / CAPE-COREN- SP  


Associação de Anemia Falciforme do Estado do Estado de São Paulo AAFESP e Centro de Aperfeiçoamento Profissional de Enfermagem – CAPE- COREN- SP

Seminário - 100 anos de ciência e ativismos para a Cura da Anemia Falciforme

As doenças falciformes, da qual a anemia falciforme é a forma mais freqüente, é clinicamente grave e esta presente em todos os continentes. A doença é hereditária, incurável e ainda com altos índices de mortalidade.

Desde o seu primeiro relato científico no ano de 1910, centenas de cientistas pelo mundo vem pesquisando e estabelecendo coneções explicativas para a diversidade das manifestações clínicas, sua gravidade e opções de tratamento.

Essas pesquisas nos últimos 100 anos impactaram significativamente os vários  campos das ciências da saúde e de forma correlata as ciências sociais, principalmente no que se  refere ao contexto dos direitos humanos à saúde.

A AAFESP e as instituições apoiadoras, pesquisadores e  agentes sociais,  ao proporem esse seminário inicial e as outras atividades  que ocorrerão durante doze meses,  reconhecem a doença falciforme como um ícone na evolução científica da bioquímica, físico-química, genética e biologia  molecular das proteínas, conhecimentos esses que vem impactando  na qualidade de vida e longevidade  por meio da hemoterapia, hematologia, imunologia , transplante de células tronco . A enfermagem enquanto ciência e arte do cuidar vem acompanhado essas evoluções de forma a desempenhar suas funções de forma qualificada que contribuam para a cura da doença falciforme. Se a ciência evoluiu é necessário garantir o acesso a essa como um bem da humanidade, por meio das políticas públicas de saúde, assim destaca-se o papel social de pesquisadores ativistas e de  ativistas  pesquisadores ao longo desses anos. Neste momento histórico a AAFESP, homenageia a essas pessoas para que continuem gerando conhecimento que contribua para a cura dessa enfermidade.


100 anos de ciência e ativismo para a cura da anemia falciforme

Data 27 de outubro de 2010
Local  -  Centro de Aprimoramento  Profissional da Enfermagem
Rua Veridiana  nº 289 –Santa Cecília . São Paulo – em frente da Santa Casa de São Paulo

Horário das 8 ás 18:00

8:00  Entrega das pastas
8:40   Mesa de abertura agradecimentos e objetivos  da AAFESP em conjunto com patrocinadores e apoiadores.

Só para não esquecermos de um passado recente







Category: 0 comentários

DISCRIMINAÇÃO

A Liga: é um programa composto pelos apresentadores Rafinha, Thaíde, Débora e Rosane e é exibido todas as Terças-feiras na Band. O programa foi ao ar dia 17 de Agosto deste ano e tem como finalidade promover o questionamento e o debate sobre a discriminação.

Os apresentadores usam pessoas disfarçadas para comprovar que a discriminação está mais presente no nosso dia a dia do que pensamos e que, às vezes, sem percebermos acabamos por promovê-la.

"... a falta de informação gera preconceito que gera discriminação e que pode causar muitos danos na vida de uma pessoa..." e como já dizia Albert Einsten "é mais facil desintegrar um átomo do que um preconceito"

Os brasileiros dizem-se livres de preconceitos, porém se observarmos com atenção o comportamento de nossa sociedade, este discurso está carregado de hipocrisia.
Como é previsto em lei, qualquer manifestação de discriminação é crime, e ela pode acontecer em relação:
  • à cor,
  • à religião,
  • à orientação sexual,
  • à enfermidade,
  • ao gênero,
  • à classe social,
  • à cultura, entre outros.
Todos nós, alguma vez, já manifestamos algum tipo de preconceito, direta ou inderatamente, e precisamos tomar cuidado para que não cometamos e nem permitamos que isso ocorra.

As pessoas não são preconceituosas porque querem, são porque aprenderam desde criança alguns valores europeus que foram transmitidos de geração a geração e sofreram mutações. Se o homem não tivesse inventado as navegações e se não tivessem explorado os oceanos, talvez hoje seriámos todos índios vivendo em tribos, cada uma com suas crenças.

Respeitar as diferenças é a única forma de vivermos bem com nós mesmos e com os outros . É também, a única forma sensata de não responzabilizarmos as próximas gerações pelos nossos erros.

Prof. Samir





-----------------



---------------------



------------------------



-----------------------


O Analfabeto Político

O Analfabeto Político 

Bertolt Brecht
 
O pior analfabeto é o analfabeto político. 
Ele não ouve, não fala, nem participa dos 
acontecimentos políticos. 
Ele não sabe o custo de vida, o preço do feijão, 
do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato 
e do remédio dependem das decisões políticas.
 
O analfabeto político é tão burro que se orgulha 
e estufa o peito dizendo que odeia a política. 
Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais.
Category: 0 comentários

Pensamento do Dia

" Milagres acontecem quando a gente vai à luta"
(Poeta Sérgio Vaz)


"Viver é como andar de bicicleta: É preciso estar em constante movimento para manter o equilíbrio"

(Albert Einsten)


Seguidores